Grupo de Investigación Lingüística e Literaria Galega ILLA
Grupo de Investigación Lingüística e Literaria Galega ILLA
Universidade da Coruña
Glosario
da poesía medieval profana
galego-portuguesa
Voces do P
preço s. m. 'prez, fama, reputación'. Cf. prez
ImprimirAlternar visualización dos exemplos
13.14 mais forçaron-mi os olhos meus / e o bon parecer dos seus, / e o seu preç’...||212.2 A que vos fui, senhor, dizer por mí / que vos queria mao preço dar||212.6 que El i leixe mao prez aver / a quen mal preço vos quer apoer||218.5 e senhor das que vi / de mui bon preço e de mui bon sén||266.29 E de tal preço guarde-vos vós Deus, / senhor e lume destes olhos meus||493.17 e demais á preço que nunca erra / de dar gran colpe con seu tragazeite||1015.2 Os que dizen que veen ben e mal / nas aves e d’agoirar preç[o] an / queren corvo seestro quando van / alhur entrar||1187.4 pois que vos ja con outra preço dan, / com[o] ousastes viir ant’os meus / olhos, amigo, por amor de Deus?||1334.1 Alvar Rodrig[u]iz dá preço d’esforço / a est’infant[e] mouro pastorinho||1338.22 pois que vos dan / gran preço d’ome de bon sén||1400.28 e muit’outro mal / ei per i [e mal] preço de peideira||1494.4 que ja por ome que vos faça amor / sol non catades (tal preço vos dan)||1549.18 [e] perco preç’e tenho que perd’i / seu conhocer contra mí||1569.12 por que non entendedes / que o seu preço e o seu valor / todo noss’é, pois emperador for?||1577.1 Don Foão, que eu sei que á preço de livão, / vedes que fez ena guerra||1577.6 Don Foão, que eu sei que á preço de ligeiro, / vedes que fez ena guerra||1587.27 E non sabemos, ..., / tan bõo meestre, ..., / que tan ben leve seu preç’adeant[e] / per maestrias grandes que usou||1627.1 A min dan preç’, e non é desguisado, / dos mal talhados, e non erran i
[últ. rev.: 25/04/2017]